Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.09.07
Indispensáveis©

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55

...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.09.07
Modos de vida: teve uma educação irrepreensível; foi expulsa dos melhores colégios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:53

...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.09.07
Eu hoje acordei assim...


Carmen Electra

... pois bem sei que esta fotografia ultrapassa um certo limite (ultrapassa?) nas inúmeras maneiras públicas que tenho de acordar e peço desculpas aos espectadores/leitores mais sensíveis, mas o problema é que descobri uma trilogia Carmen Electra/imaginário de equitação a que não sou capaz de resistir. Mais kitsch é impossivel. Observemos o fundo dourado, todos os pormenores de cor do cavalinho de madeira com expressão aflita, o laçarote no tornozelo e no pulso, a boca semi-aberta, enfim, é uma fotografia extraordinária. Além de que pode ser uma boa ilustração para a seguinte passagem de The Dying Animal, de Philip Roth: "It's not the sex that's corruption - it's the rest. Sex isn't just friction and shallow fun. Sex is also the revenge on death. Don't forget death. Don't ever forget it. Yes, sex is too limited in its power. I know very well how limited. But tell me, what power is greater?" Bom dia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:39

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Coisas que melhoram algumas vidas (87)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Ninho de cucos (95)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Metabloggers do it better (64)

Os blogues autistas são de longe os meus preferidos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:19

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
No Second Troy
by W.B. Yeats

Why should I blame her that she filled my days
With misery, or that she would of late
Have taught to ignorant men most violent ways,
Or hurled the little streets upon the great.
Had they but courage equal to desire?
What could have made her peaceful with a mind
That nobleness made simple as a fire,
With beauty like a tightened bow, a kind
That is not natural in an age like this,
Being high and solitary and most stern?
Why, what could she have done, being what she is?
Was there another Troy for her to burn?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:55

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Bomba de Ouro: "Uma parte não despicienda da esquerda, tal como uma parte não despicienda da direita (embora, esta, menos vocal), vive numa frágil linha entre a detestação de Israel (baptizada “anti-sionismo”, ou, em gente menos aguerrida, sem nome reconhecível) e um anti-semitismo que conhece várias tonalidades. A detestação de Israel é a alavanca para a suspeita levantada sobre quem condena o anti-semitismo. E, nesse sentimento de suspeita, a linha divisória entre “anti-sionismo” e anti-semitismo esbate-se. Falando dos outros, revelam-se a si mesmos." Paulo Tunhas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:48

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Metabloggers do it better (63)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.09.07
Eu hoje acordei assim...


Carmen Electra

... tenho estado a pensar nesta pergunta. A sério que tenho, é curioso. Eu diria Aquiles, que coisa tão estranha, passado este tempo todo. Há personagens que impressionam para a vida toda. Bem sei que é um homem mas nada disso deverá levar a que eu própria pense que sofra de uma espécie de nostálgico medo da castração (que é muito bonito). Já reflecti durante cinquenta minutos sobre a questão e concluí que não se trata disso. Aquiles tem duas características com que me identifico (e a palavra é mesmo identificar). Aquiles e Molly Bloom, é isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:54

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.09.07
Soy un Puma, soy un Puma...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.09.07
Eu hoje acordei assim...


Natalie Portman

... estive agora pela fresca a ver as imagens de Pedro Santana Lopes a ser interrompido pela chegada de Mourinho. Esteve muito bem Pedro Santana Lopes. Não só tomou uma atitude como foi muito bem educado quando se recusou a continuar a entrevista. Não fez cenas de se levantar e sair, nem se pôs com indignações desnecessárias que tantas vezes estragam a melhor das decisões. (Para não ir mais longe, imaginem a mesma atitude a ser tomada por Carrilho.) Assim PSL pôde reunir consenso e tirar o máximo partido da situação. A SIC Notícias deu de bandeja uma oportunidade para que isso acontecesse. Talvez seja preciso lembrar que Pedro Santana Lopes foi primeiro-ministro de Portugal, que foi convidado pelo canal para falar sobre o PSD e que se o vão interromper, então seria bom que o fizessem por um bom motivo. Não sei se os pais da Madeleine (que ideia maravilhosa...)... A chegada de Mourinho não é um bom motivo para a maioria da blogosfera, por exemplo. Já é muita gente. E é gente que vê estas coisas. A SIC Notícias decidiu que era. Como canal privado de televisão tem toda a liberdade para o fazer. Mas a liberdade de tomar decisões não é suficiente e sobretudo não é exclusiva de nenhum canal (nem de ninguém). Pedro Santana Lopes também decidiu e muito bem. Julgo, no entanto, que o nosso erro está em pensarmos que os noticiários são programas melhores do que os outros. Não são. Os telejornais são programas de entretenimento. O pior é que são maus programas de entretenimento. Deve ser por isso que só vejo séries. E para a próxima viagem do Mourinho convidem o Jorge Coelho que com certeza fica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:26

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.09.07
O medo da castração é muito bonito (2)


Salome, Lucien Lévy-Dhurmer, 1896

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:11

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.09.07
O medo da castração é muito bonito

"A boy aged three years and five months, who obviously disliked the idea of his father's returning from the front, woke up one morning in a disturbed and excited state. He kept on repeating: Why was Daddy carrying his head on a plate? Last night Daddy was carrying is head on a plate."

Sigmund Freud, The Interpretation of Dreams (Second Part) and On Dreams, The Standard Edition of the Complete Psychological Works of Sigmund Freud, vol. V, Vintage, 2001, p. 366.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.09.07
Eu hoje acordei assim...


Emmanuelle Béart (em 8 Femmes)

... o dia amanheceu lindíssimo. Isto não é uma interpretação, pois não? E se tivesse amanhecido um dia cinzento e chuvoso? Diria o mesmo: que tinha amanhecido um dia lindíssimo. Talvez seja uma interpretação... Ou uma expressão de um desejo. Ou uma questão de estilo. Mas um charuto é por vezes apenas um charuto, um túnel tão-somente um túnel, embora uma criada fardada seja por vezes apenas uma bela rapariga com um vestido mais austero.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:04

Pág. 1/5