Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais uma

por Carla Hilário Quevedo, em 31.05.08

Pedro Passos Coelho disponibilizou-se para colaborar com Manuela Ferreira Leite. Mas não foi Luís Filipe Menezes que, em vez de apoiar Pedro Santana Lopes como seria natural, apoiou Pedro Passos Coelho? Luís Filipe Menezes foi usado, portanto. Engana-se sempre. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06

Última hora!

por Carla Hilário Quevedo, em 31.05.08

Nas eleições directas do PSD ainda falta contar os votos de 25 secções... O Festival da Eurovisão funciona melhor! Ganhou Manuela Ferreira Leite, como parecia evidente, pelo menos desde o primeiro debate televisivo. Pedro Santana Lopes acaba de dizer que recusa continuar a ser líder parlamentar. Nunca tendo tido especial simpatia por este candidato, há que reconhecer que fez uma muito boa campanha. PSL é um político e bastante combativo. Nada disso se pode dizer, por exemplo, de Luís Filipe Menezes, que não se percebe realmente o que é.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:38

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 31.05.08

Lauren Bacall

 

... acontece-me às vezes: começo por duvidar muito porque há uns anos detestei e depois dou por mim a perceber que afinal aquele autor tem interesse. Aconteceu-me com Nietzsche. Não é vergonha nenhuma, nunca teria vergonha de admitir um gosto peculiar - o que é este blogue se não a manifestação de vários gostos? - mas fiquei surpreendida quando percebi isto. Gostei de ler os livros I, II e IV de The Will to Power (li em inglês) mas não vou maçar ninguém com citações. Há momentos em que é muito lúcido, noutras louco varrido, noutras um aristocrata decadente. House, por exemplo, é completamente nietzscheano e candidato a Übermensch. Há no entanto aquela vaga ironia de ser médico e salvar pessoas... Outra grande personagem em séries televisivas, desta vez masculina. Quase tão boa como Tony Soprano ou Al Swearengen.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:36

Rehab, precisa-se

por Carla Hilário Quevedo, em 30.05.08

Amy Winehouse no Rock in Rio. Um desespero.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21

Bomba-correio

por Carla Hilário Quevedo, em 30.05.08

A propósito da melhor-personagem-feminina-de-sempre-em-séries-televisivas, o Ricardo enviou-me a seguinte mensagem, que desde já agradeço. Se a questão for de o nível de cuteness de cada uma, não terei muito mais a dizer, se bem que com um bocado de esforço, tudo se consegue.

 

"Com todo o respeito pelo Lourenço, ele não sabe do que fala. Mas eu sei :-). Studio 60 on the Sunset Strip é, talvez, a minha série de TV preferida dos últimos 10 anos. Foi cancelada no fim da 1ª temporada por motivos que não são para aqui chamados (a América é melhor país do mundo mas aqueles americanos, enfim...). E é a minha série preferida dos últimos tempos porque a) tem uns diálogos deliciosos escritos por Aaron Sorkin (o mesmo de West Wing) e b) tem Matthew Perry (o Chandler de Friends) no papel da sua vida (para trás e para a frente). Há também duas personagens femininas "principais" nesta série: a Sarah Paulson (excelente papel e super-cute) e a Amanda Peet (ainda mais cute mas num papel apenas assim-assim). To cut a long story short, Charlotte: a Amanda Peet (super-cute em Jack & Jill, que passou há anos na RTP2) ganha aos pontos à Mary Louise Parker no factor cuteness, mas a Nancy Botwin, como Personagem, ganha - por KO - à Jordan McDeere."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

Não faço ideia, a sério

por Carla Hilário Quevedo, em 30.05.08

Não vou discutir - não vou, a sério, mesmo que me peçam muito - se Amanda Peet é melhor do que Mary-Louise Parker. Não faço ideia do que dizer a esse respeito. Mas ainda menos sobre a personagem que apresenta. Não conheço. Em que canal dá a série de que fala? Sou pessoa para ver, anotar tudo o que me parecer melhor e pior e defender a Nancy Survivor Botwin com unhas e dentes, mas preciso de mais dados sobre a adversária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.05.08

Milla Jovovich

 

... pelo que ouvi e li sobre o debate na SIC, Manuela Ferreira Leite ganhou outra vez. Se todos se manifestaram contra a candidata, é muito bom sinal, e mais uma forma de veneração e temor. Infelizmente não vi o debate e não posso dizer muito sobre o assunto mas fiquei intrigada com aquilo a que chamaram um certo apagamento de MFL. Ah, apagar-se um bocado é bom, muito bom. Mas aqui precisava de alguns dados audiovisuais. Notei ainda uma certa ânsia em se falar sobre Patinha Antão, e isto dá-me muita vontade de rir. Não será culpa pura e simples a explicação para esta súbita descoberta? Afinal de contas não se pode ignorar olimpicamente o quarto candidato, não da forma violenta com que isso estava a acontecer. Eis o politicamente correcto em todo o seu esplendor. De resto, uma bodega este tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01

Modo de vida

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.08

Não tenho nada contra mas realmente não me interessa. Pode ser  um modo de vida. Ou uma resposta a um vendedor ambulante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04

Blockbomba

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.08

The Darjeeling Limited (uma seca com uma óptima banda sonora).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.08

Mary-Louise Parker

 

... Nancy Botwin é a melhor personagem feminina de sempre em séries televisivas. Também gosto da Deputy Chief Brenda-Leigh Johnson, e aguardo a terceira temporada de The Closer com toda a paciência do mundo. Nancy Botwin, nesta fabulosa terceira série de episódios de Weeds, está brilhante. De uma subtileza, de uma inteligência, ao mesmo tempo com uma aceitação invulgar do que lhe acontece, supercool. You go, Nancy! Little box, my foot!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37

A não perder

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07

Aretha Franklin - I Say A Little Prayer

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:52

Stevie Wonder - Yesterme Yesteryou Yesterday

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

Dois minutos e quarenta e seis segundos de puro génio a meio da tarde

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.08

Audrey Hepburn

 

... Pilar, bom dia.

- Charlotte! Há tanto tempo!

- Ouça lá isto: I'm happier than the morning sun / And that's the way you said that it would be...

- É uma maravilha! Mas a Charlotte sabe que não precisa de pôr o disco a tocar e depois pôr o auscultador perto das colunas, não sabe?

- A sério? Então?

- Pode enviar a música pelo telemóvel, por e-mail, e tenho aqui um pacote muito jeitoso...

- Et tu, Pilar? A tentar vender alguma coisa?

- Sabe que os combustíveis estão pela hora da morte.

- E o que é que isso tem a ver...

- Ouvi a Manuela Ferreira Leite a dizer que não podem baixar, de maneira nenhuma, nem pensar, com uma tal veemência, que parecia haver nela uma ânsia de dizer a verdade que muitas vezes não traz nenhum bem.

- É preciso ter cuidado com a verdade, é verdade.

- Como diz a Iris Murdoch. E Platão.

- Mas porque é que a Pilar está a ficar com todas as observações pertinentes?

- A Charlotte é que manda neste diálogo.

- Dizia a Murdoch que a verdade é pequena. Assim mesmo, small. Estou mesmo a ver alguns intelectuais portugueses confrontados com este brilhantismo no discurso. Iam logo dizer que precisava de desenvolver a ideia!

(Riem ambas muito)

- Sabe que o barroco...

- É uma chatice? Mas a Murdoch desenvolve - se desenvolve! - mas sempre na maior das simplicidades, é delicioso. Como figados de ganso.

- O Nietzsche dizia que era preciso deixarmo-nos de explicações.

- E não é que gostei tanto de ler isso? Tinha razão, diabo do homem.

- E a Charlotte conhece esta obra-prima? Mary wants to be a super woman / But is that really in her head.
- Mas a Pilar sabe que não precisa de pôr o disco a tocar e depois pôr o auscultador perto das colunas, não sabe?

- Que gracinha...

- Por acaso acho que a banda sonora para o caso MFL/preço dos combustíveis/verdade é mais esta: There ain't no reason for us sittin' down / To try to talk our problems out / 'Cause we know the truth / It ain't no use...

- Mas é uma canção de amor, Charlotte!

- Não interessa. A Pilar acha que lhe liguei para lhe falar destas coisas?

- Errr... Não, a Charlotte só me liga quando acaba algum blogue de que gosta muito.

- Cá está. E logo o Bandeira ao Vento. Estou indignada!

- E fala em razões...

- Mas não explica, o que é bom. Mas não é nada bom ir embora! Aliás é um disparate! Uma ofensa! Vou partir uma série de bibelôs inúteis! Estou a ter um ataque de fúria, Pilar!

- Ai... Sabe que a ira...

- Não me chateie! A cabeça do Bandeira numa bandeja de prata! Ninguém sai daqui!

- Errr... Então, mas sem cabeça como é que depois continuava a blogar?

- A Pilar anda a falar muito. E já sabe que quem muito fala...

- Acaba a falar da subida do preço dos combustíveis...

- Nem mais, Pilar. Nem mais...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Pág. 1/8