Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para a Rita e para o Luís

por Carla Hilário Quevedo, em 26.06.08

 

Bem-vindo, Manel!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 26.06.08

Angelina Jolie

 

... boa entrevista de Angelina Jolie à Vanity Fair, sobretudo porque mostra bem a inteligência de nunca revelar a sua intimidade, optando por desenvolver factos mais ou menos conhecidos ou divulgados e que não têm importância, a não ser para os tristes que não fazem nada na vida. Mesmo quando chora na entrevista não se expõe. Toda a gente chora. Uns mais que outros, é certo. O Cristiano Ronaldo desta vez não chorou, pois não? Coitadinho... Mas depois Angelina Jolie diz uma frase. Distraiu-se. E ainda bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:57

"My Frieeeeennnd, my clever frieeeeennd"

por Carla Hilário Quevedo, em 25.06.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:29

Modo de vida

por Carla Hilário Quevedo, em 25.06.08

Ando há três semanas a tentar reproduzir exactamente o tom com que Helena Bonham Carter diz o meu verso preferido de todo o Sweeney Todd: "Lawyer's rather nice". Fico satisfeita, no entanto, porque sou capaz de imitar a sequência "What Mr. Todd / What Mr. Todd / What is that sound?" logo seguida de "Yes, Mr. Todd / Yes, Mr. Todd / Yes, all around". Há aqui uma ansiedade que entendo. Já o estilo de Sweeney, I'm afraid, é mais fácil de reproduzir. Não tem muito que saber: ódio-tédio-desespero-triunfo. E pronto. Já está.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:51

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.06.08

Ava Gardner

 

... muito cedo, a dizer que o exame foi demasiado fácil (bom dia, Paulo!), e ainda a pensar sobre diferentes maneiras de olhar. O Confrade Jansenista lembra Simone Signoret. Esse olhar límpido e de frente, sem medos e doce é a combinação mais rara e, para mim, a mais bela. Embora não esteja tudo na cara, é verdade que dou por mim a dizer coisas como «tem uma boa cara». Ava Gardner, por exemplo, tem uma boa cara, e não me refiro à sua beleza. Também Lauren Bacall é muito bonita, mas não aprecio especialmente The Look. Tal como não sou admiradora do olhar sofrido de Ingrid Bergman, que de todas talvez seja a mais bonita. Na verdade, estou só a falar de saúde e gosto pela vida, mais nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30

Death Cab For Cutie - Soul Meets Body

por Carla Hilário Quevedo, em 24.06.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:27

Jenny Lewis and The Watson Twins - Rise Up With Fists

por Carla Hilário Quevedo, em 24.06.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:24

Rilo Kiley - Silver Lining

por Carla Hilário Quevedo, em 24.06.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:15

Rádio Blogue: Euro 2008

por Carla Hilário Quevedo, em 24.06.08

As competições mundiais ou europeias de futebol despertam sempre interesse, mesmo naqueles que não são adeptos da modalidade desportiva. Talvez por não se tratar de uma disputa entre clubes mas entre selecções nacionais de cada país, o que permite uma maior união dos apoiantes. À excepção de alguns traidores à Pátria, Portugal teria, no mínimo, uns dez milhões de adeptos. Desde a derrota da nossa selecção, o país ficou mais silencioso, para não dizer mais depressivo. Os jornais, a televisão, a rádio, depois de tentarem encontrar uma explicação consoladora para o nosso afastamento, voltaram à sua rotina diária, colocando de novo o futebol na secção desportiva em vez de nas primeiras páginas; os telejornais tornaram a ocupar as intermináveis horas com alegadas notícias sobre gelados caseiros e afins, tudo para substituir - e fazer esquecer o quanto antes - a prometida glória futebolística. Até o Presidente da República Cavaco Silva desabafou: "Acho que nós jogámos bem, só que houve qualquer coisa que falhou." A frase quase podia ser adoptada como mote por qualquer pessimista resignado. Há sempre qualquer coisa que falha. Teremos poucas expectativas, por isso arriscamos pouco? Falta espírito ganhador aos jogadores portugueses? Que equipa vai ganhar o Euro 2008?

 

Publicado ontem no Meia-Hora. Deixe a sua opinião através do número 21 351 05 90 ou no Jazza-me Muito. Os comentários que chegarem até quinta-feira, dia 26, às 17h, vão para o ar na Rádio Europa à sexta-feira, às 10h40, e ao domingo, às 14h10.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21

Dos Modernos

por Carla Hilário Quevedo, em 23.06.08

Charles Rennie Macintosh, Japonica, 1910 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Blockbomba

por Carla Hilário Quevedo, em 23.06.08

Storytelling (mais ou menos; se calhar, tinha demasiadas expectativas). Die Faelscher (péssimo filme, sem nenhuma ironia, bruto, desnecessário; desta vez o lobby judaico de Hollywood não acertou; só se lhe deram o Óscar por causa da música, uma beleza).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06

Madonna - Give It 2 Me

por Carla Hilário Quevedo, em 23.06.08

 

(Logo a terceira faixa do muito fraco Hard Candy - o que me custa escrever isto - é o segundo single do álbum. Apesar do lingrinhas Pharrell, o vídeo revela Madonna no esplendor dos seus 367 anos. Já a canção é boa para as feiras de Agosto e Setembro.)  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:58

Festival de alta-costura

por Carla Hilário Quevedo, em 23.06.08

 

Duas horas e meia de filme só se justificam se houver um muito bom enredo ou um espantoso guarda-roupa. No caso da longa-metragem de Sexo e a Cidade, a história principal é intensa – Carrie é abandonada no altar por Big – e as histórias paralelas têm interesse: Charlotte engravida quando não parecia possível; Miranda tem um conflito com Steve, que os leva à separação; e Samantha cumpre um voto de fidelidade e engorda uns bons quilos por causa disso. Mas tudo podia ser contado em pouco tempo. Dá-se o caso de este filme ser uma super-produção, em que participam inúmeras marcas de alta-costura. Nem o texto nem as personagens contam tanto como os fabulosos vestidos, sapatos e acessórios usados pelas quatro mulheres. O ritmo quebra depois da cena do casamento e as cenas tornam-se repetitivas – o cão de Samantha, o vizinho de Samantha – mas é preciso perceber que há mais uma série de roupa para mostrar. Há uma cena para cada vestido e não vice-versa. Carrie Bradshaw veste um prodigioso Vivienne Westwood quando é abandonada. E Samantha usa um par de sapatos Giuseppe Zanotti de cair para o lado enquanto espera três horas pelo namorado. Podia ser muito pior.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 21-06-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:45

Mau perder

por Carla Hilário Quevedo, em 23.06.08

O Tratado de Lisboa, para entrar em vigor, precisa de ser ratificado pelos 27 Estados-membros da União Europeia. Por esta razão, o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, certamente influenciado por filmes de acção americanos, desabafou que não existia um Plano B no caso de a Irlanda dizer não ao referendo. Pretenderia comover os irlandeses com esta observação inédita? Pois o não venceu mesmo, com 53,4% dos votos. A Irlanda expressou a sua vontade. Já o mesmo não foi permitido aos 18 Estados-membros que ratificaram o Tratado sem consulta popular. Num breve inquérito à boca das urnas, alguns votantes afirmaram que não compreendiam o documento, por isso o rejeitavam. É um motivo honesto. Uma constituição não é um poema obscuro. Se o texto não é claro para as pessoas que pretende servir – porque a Europa não é constituída pelos governos mas pelos eleitores – tem de ser revisto. No entanto, nos dias seguintes ao referendo, só se ouviu falar da culpa da Irlanda e da necessidade de sair da União Europeia. A consulta popular é óptima quando é favorável à vontade de uns quantos. Muito por causa deste autoritarismo a Irlanda disse que não. E muito bem.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 21-06-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Dos Modernos

por Carla Hilário Quevedo, em 22.06.08

Charles Rennie Macintosh, Sea Pink, Holy Island, 1901

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50