Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Só Heath Ledger interessa

por Carla Hilário Quevedo, em 05.08.08

 

Duas horas e quarenta minutos de filme pode ser uma informação menor para o público espectador das salas de cinema em geral e para cinéfilos em particular. Para mim, que não sou nem uma coisa e ainda menos a outra, é determinante. Só arrisco a comprar o bilhete quando a razão é muito boa. E Heath Ledger era uma muito boa razão. Confirmei o que era uma intuição: é provável que não seja o melhor Joker de sempre mas só porque a personagem original não está à altura. O Joker de Ledger é um pirómano descontraído, um psicopata que destrói sem objectivo nem ambição. Acaba por não ser muito diferente de Anton Chigurh, o assassino temível de Este país não é para velhos, embora dê um bocadinho mais nas vistas pois pinta a cara e tem cicatrizes. Heath Ledger é um Joker excepcional, mas não compensa o tempo gasto numa sala com gente a falar ao telemóvel (haja paciência) enquanto assiste a um jogo de vídeo a que se convencionou chamar «filme», em que uma rapariga feia, estranhamente desejada pelos dois heróis (saudades de Kim Basinger!), um Batman chocho, agentes policiais e um Mayor canastrão vão passando níveis de dificuldade. Para ver em fast-forward em casa.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 2-08-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:02

Dores de cabeça

por Carla Hilário Quevedo, em 05.08.08

Interessado no diagnóstico mas sobretudo na cura das doenças, Cornélio Celso, no livro quarto do seu tratado de medicina (ca. inícios do século I), discorre sobre como acabar com as dores de cabeça – em grego, cefaleias. Uma vez reconhecida a causa, os tratamentos variavam. Interessava saber a intensidade da dor. Se fosse muito, muito forte, havia que rapar o cabelo todo e tentar perceber se deitando água fria ou quente sobre a cabeça o paciente reagia melhor a uma coisa ou à outra. O tratamento não era feito a partir do diagnóstico mas a partir do resultado de experiências. Os argumentistas de House ter-se-ão inspirado em Celso? Seja como for, os curativos eram baratíssimos: esponjas embebidas em óleos e emplastros quentes ou em água e sal, consoante a reacção do paciente às diferentes temperaturas. Mas para as dores crónicas, Celso recomenda que se espirre, que se gargareje muito e que não se coma nem beba nada a não ser água e pouca (De Medicina, IV, 2. 6-8). Jejum e uma purga que implica deitar sangue pelo nariz parecem métodos selvagens para nós que temos pastilhas à mão. A vida já foi mais dura e talvez por isso menos alienada.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 2-08-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57

Dos Antigos

por Carla Hilário Quevedo, em 04.08.08

James Barry, The Education of Achilles, 1772

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11

Sheryl Crow - God Bless This Mess

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:25

Blockbomba

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

Into The Wild (um excelente filme com um final previsivelmente triste; gostei imenso). Sleuth (a evitar, ridículo). In The Valley Of Elah (muito bom). 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:50

Bom em todas as línguas

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

Of the Hebrews (A.D. 50)

 

Painter and poet, runner and discus thrower,

Janthis, son of Antony, handsome as Endymion.

From a family friendly to the synagogue.

 

"My proudest days are those

when I leave off the aesthetic quest,

when I abandon the beautiful, hard hellenism,

with its sovereign absorption

in perfectly wrought and perishable white limbs.

And I become the one I would always

want to remain: of the Hebrews,

of the holy Hebrews, the son."

 

His declaration was most ardent. "Always

to remain of the Hebrews, of the holy Hebrews.-"

 

But he did not stay such a man at all.

The Hedonism and the Arts of Alexandria

kept him their devoted child.

 

The Complete Poems of C. P. Cavafy, translated by Rae Dalven, New York, Harcourt Brace, 1976, p. 93.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14

The Proclaimers - (I'm Gonna Be) 500 Miles

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:13

The Seekers - The Times They Are A-Changin'

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

James Taylor - Something In the Way She Moves

por Carla Hilário Quevedo, em 03.08.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

Calma, maradona

por Carla Hilário Quevedo, em 01.08.08

Deixa estar que eu cito. Mas estes arriscam a ser os Jogos mais antipáticos de sempre. 

 

A melhor coisa é a água; o ouro, qual fogo incandescente,

que se distingue na noite, sobreleva a riqueza orgulhosa.

Se anseias celebrar os jogos, ó minha alma,

não busques astro mais ardente que o Sol,

quando fulge, de dia no éter deserto,

não queiras celebrar jogos superiores aos de Olímpia.

 

Início da 1.ª Ode Olímpica, Tradução de Maria Helena da Rocha Pereira, Sete Odes de Píndaro, Biblioteca Sudoeste, Porto, 2003.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 01.08.08

Rosario Dawson

 

... bem, obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

Pág. 3/3