Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.08.04
Passagem do tempo, destino ou dor-de-cotovelo*?



Esses moços, pobres moços

Ah! se soubessem o que eu sei

Não amavam, não passavam, aquilo que eu já passei

Por meus olhos, por meus sonhos

Por meu sangue, tudo enfim

É que eu peço a esses moços que acreditem em mim

Se eles julgam que a um lindo futuro

Só o amor nesta vida conduz

Saibam que deixam o céu por ser escuro

E vão ao inferno, a procura de luz

Eu também tive, nos meus belos dias

Esta mania que muito me custou

Pois só as mágoas que eu trago hoje em dia

E estas rugas que o amor me deixou



*Criador do termo e da letra, o extraordinário </span>Lupicínio Rodrigues. Mais sobre o autor aqui e aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:08