Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 24.04.03
Nunca tive dores de cabeça em vint... em trin... em sejam quantos forem anos de existência. É verdade: nunca. A desculpa clássica do "ai, querido, hoje não que me dói a cabeça" não pegaria se alguma vez a quisesse empregar, porque sempre me gabei de tal feito: "Eu? Dores de cabeça? Que disparate! Isso é para flores de estufa!" Até ao dia de hoje: as veias laterais da cabeça a latejar, uma vontade incontrolável de vomitar, uma intolerância total à luz e a qualquer ruído, incluíndo os miados do gato. Durou cerca de três horas e o diagnóstico veio pelo telefone - cefaleia oftálmica. Aaaaaargh! Odeio quebrar a rotina...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:53