Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.06.07
Eu hoje acordei assim...


Angelina Jolie

... aguentei apenas cinco minutos (é possível que talvez menos) do debate com os candidatos à Câmara de Lisboa. Não sei se isso fala mal de mim ou dos candidatos. Eu devia ter um bocadinho mais de interesse pelo assunto, ou não? Mas depois olho para o Sá Fernandes e sinto-me tão maçada... E ora, cá está, precisamente ou mais ou menos. Não sinto cobiça nenhuma, é mesmo para o lado que durmo melhor, mas nunca vi semelhante coisa. Parece que cada cabeça sua sentença no que diz respeito à construção de um novo aeroporto, a sua localização, vantagens e desvantagens. Isso parece-me coisa complexa de engenheiros especializados, enfim, de pessoas que se preocupam e que trabalham com essas coisas. No entanto, toda a gente parece ter uma opinião a respeito do sítio ou deve ou não deve ser construído o novo aeroporto. Não me entendam mal. Parece-me óptimo que toda a gente opine a respeito de um assunto tão complexo e incompreensível, mas surpreende-me que não se opte por um tema um pouco mais glamoroso para discutir ao almoço ou ao jantar. Enough of this nonsense! Quando pediram a Dorothy Parker que inventasse uma frase com a palavra horticulture, a escritora respondeu imediatamente: "You can bring a horticulture but you can't make her think". Horticulture... whore to culture... Ter um talento extraordinário é isto. E depois Freud relaciona a melancolia com a anorexia. Sempre me pareceu que a melancolia era uma doença grave.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37