Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.06.03
Não, não me esqueci. O Projecto pediu-me muito para dizer o étimo de arquitectura (e pedir muito significa perguntar, Lourenço) e passo então a explicá-lo da forma mais sucinta possível para não maçar as pessoas.



Arqui ou arxi significa o primeiro; o começo; o início e o vocábulo está relacionado com o verbo arxo (este "o" é um omega), que terá evoluído para arxizo. Texné significa arte, sendo que arte tem um significado diferente para os gregos. Vemos a palavra texné (na verdade, texní, embora este "i" final se leia "e") em técnica, por exemplo. Ou seja, a arte para os gregos (a palavra mantém-se em grego moderno) é um modo de fazer alguma coisa. Ou seja, por exemplo, Homero tem arte, mas o rapsodo não tem. Quem faz é quem tem arte, não quem fala sobre os que fazem. No final do Íon, Sócrates diz ao arrasado rapsodo: "Consente, então, Íon o título mais belo: reconheceres que és divino e que não há arte nos teus elogios a Homero." (A tradução é de Victor Jabouille.)



Entretanto perdi-me a reler o Íon. Arquitectura poderá significar a arte inicial. Mas isso era na altura em que os arquitectos eram engenheiros, matemáticos, filósofos etc.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:19