Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.08.05
O menino da mamã e da avó (14)

Marcel idolatra a senhora de Guermantes. O rapaz podia ser feio, mas não tinha mau gosto. A senhora de Guermantes era o supra-sumo da barbatana, não sei se me faço entender. Marcel sonha em conhecê-la: "E esses sonhos advertiam-me de que, já que queria ser um dia escritor, era tempo de saber o que contava escrever. Mas, logo que me interrogava sobre isso, tentando encontrar um assunto em que pudesse pôr de pé um significado filosófico infinito, o meu espírito parava de funcionar, não via mais que o vazio diante da minha atenção, sentia que não tinha génio, ou que talvez uma doença cerebral o impedisse de nascer." (183) Talvez fosse um problema de caneta...




... que a Montblanc, sempre prestável, logo tratou de resolver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:42