Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.08.05
O menino da mamã e da avó (7)

Marcel*, que além de feio era bufo - depois de ver uma menina no escritório do tio Adolphe e de este lhe pedir discrição, o menino foi a correr contar o episódio aos paizinhos (87). Ah, fosse meu filho... agarrava-o pelo bracinho e sussurrava-lhe ao ouvido: "Com que então a falar da vida dos outros... Sabes o beijinho da mamã? Pois durante três dias não vais ter." Mas não. Os pais de Marcel cortaram relações com o pobre tio Adolphe, que, coitado, gostava de actrizes, e fecharam o escritório, onde Marcel habitualmente lia -, tinha um amigo chamado Bloch. O amigo é descrito por Swann, depois de Marcel lhe contar que fora Bloch que lhe indicara as obras de Bergotte: "Ah, sim, aquele rapaz que eu encontrei uma vez aqui, que se parecia tanto com o retrato de Maomé II de Bellini. Oh, impressionante, tem as mesmas sobrancelhas circunflexas, o mesmo nariz adunco, as mesmas faces salientes. Quando tiver uma barbicha será a mesma pessoa." (106)


Bellini, Sultão Maomé II, 1480

Valha-me Deus.

*Tenho estado a chamar-lhe Marcel porque vi o nome mencionado noutros sítios. Ainda ninguém o tratou pelo nome próprio. E não, "palerminha" não conta. Quando isso acontecer, aviso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:26