Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 19.10.03
Do blogue Conversa na Travessa, mais concretamente da Paula, chega a seguinte mensagem: "Claro que não concordo nada com essa afirmação. No entanto, parece-me hoje em dia difícil ler uma mera frase que seja que não tenha o tal do erro. Todos os dias chago a pobre cabecinha do meu marido com as gralhas abomináveis que se lêem no rodapé dos noticiários de TODOS os canais televisivos. Julgo que esse estranho sinónimo decorre da pouca importância que hoje se parece atribuir à palavra bem escrita. É uma confusão entre o escrever bem e o bem escrever.



Claro que temos esse direito. Se não o acto da escrita esbarraria sempre na condescendência. A medida de qualquer trabalho é-nos sempre dada pelos outros. Incluindo o da escrita."



Paula, gostei tanto dos seus "claro" em início de frase que nem me atrevo a comentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34