Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 05.05.03
Agora foi a vez de o umbigoniilista me enviar a sua visão dos factos (uma expressão estranhamente paradoxal) acerca do fora de jogo. Isto é poesia, carago!



Ao longo dos tempos, muito se tem escrito / apitado sobre o 'fora de jogo', e não poucas vezes mal. Após décadas de um obscurantismo revoltoso, que podemos resumir no juridicamente genial "é fora de jogo sempre que o árbitro apita e marca fora de jogo, mesmo quando não o é" (duríssima lex, sad, sad lex), julgo ter descoberto o verdadeiro propósito do fenómeno: conferir ao futebol, desporto algo simplório por natureza, aquele je ne sais quoi de mistério, apanágio de actividades tão peculiares quanto a 'pelota basca', o 'cricket' ou, por que não, o 'futebol americano'.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52