Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.06.04
"There's a certain satisfaction and a little bit of pain*"



Até à data, assisti a três jogos completos do Campeonato Europeu. A saber: Portugal-Grécia (porque foi o primeiro e a curiosidade era muita); Inglaterra-França (porque as hipóteses de ser um jogo excelente eram muitas); e ontem, o nosso Portugal-Espanha. Mas vejo quase sempre os primeiros minutos dos jogos. Passados dois a cinco minutos, vou-me embora, porque o futebol aborrece-me. Ontem, passaram cinco minutos e sentei-me. Aquela equipa não foi a mesma que jogou contra a Grécia, pois não? E muito menos a coisa mole, com pouca força nas canetas que jogou contra a Rússia (deste jogo vi os primeiros 2,5 minutos)? Ontem, aquilo parecia uma equipa... e uma equipa que corria! Fiquei maravilhada e sofri até ao último minuto. Claro que a contribuição do árbitro Andres Frisk (conhecido cá em casa pelo "Engatas") ajudou a que ali ficasse sentadita no sofá, mas disso falarei noutro post. A satisfação real foi dada pelos comentários do José Mourinho (sim, porque eu sou uma intelectual) e disso o maradona já disse o essencial. Finalmente alguém de jeito a comentar um jogo de futebol! Quero dizer... acho, porque futebol é coisa que não vejo. Seja como for, bravo TVI! E é uma satisfação ganhar à Espanha. É sempre uma satisfação ganhar à Espanha, seja lá no que for. É mais forte que nós, pronto. A única coisa que me custa é agora termos de continuar a ouvir os disparates de miúdo mimado do Figo nas conferências de imprensa ("ai se não sei de cinema, não falo de cinema, nha nha nha") - o Eduardo explora bem essa questão teórica -, temos de continuar a levar com os issues de Figo. Olha, paciência. As divisas também não vão entrar no País. Olha, paciência. Vale a pena e o som da televisão pode nessa altura ser posto no mínimo. Quanto ao dinheiro, não podemos perder o que nunca tivemos.



* Erotica, Madonna.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:06