Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 22.10.03
O The Amazing Trout Blog envia-me um poema bem a propósito desta discussão.



O OFÍCIO



Recomeço.

Não tenho outro ofício.



Entre o pólen subtil

e o bolor da palha,

recomeço.



Com a noite de perfil

a medir-me cada passo,



recomeço,

pedra sobre pedra,

a juntar palavras,



quero eu dizer:

ranho baba merda.



Eugénio de Andrade

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42