Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 17.07.03
Ando a ler o How to be Good do Nick Hornby. É um livro estranho e completamente diferente do romance filosófico The Good Apprentice, da Iris Murdoch. No primeiro, a personagem principal é uma médica adúltera que se auto-intitula "boa pessoa" e no segundo é um professor que decide abandonar tudo para se fechar num mosteiro e dedicar ao bem. Porque será tão importante para ambos ser bom e, sobretudo, ser reconhecido como uma boa pessoa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20