Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A teoria do arroz

por Carla Hilário Quevedo, em 23.05.14

Thomas Talhelm viveu na China, estuda na Universidade da Virgínia e está a desenvolver a teoria do arroz. Talhelm acha que encontrou a explicação para os chineses a norte do rio Yangtze serem mais individualistas do que os que vivem a sul. A explicação está respectivamente nas culturas de trigo e arroz. O arroz parece desenvolver uma interdependência entre a população da qual os agricultores trigueiros não precisam. Gosto do nome da teoria, mas parece muito simplista. Lembra aqueles filmes do faroeste em que os ganadeiros, mais agressivos, atacavam criadores de ovelhas, mais pachorrentos, e em que ambos hostilizavam os agricultores, mais sedentários, a viver com as famílias. Acredito que as actividades humanas possam moldar as pessoas, mas penso que há várias explicações para isso e não uma só resposta. Pelo menos até que alguém escreva um Romeu e Julieta com uma arrozeira sulista e um colectivista romântico do norte cujas famílias se odeiam.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 16-5-14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59