Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Probabilidades

por Carla Hilário Quevedo, em 30.04.14

Um artigo curioso na Economist revela alguns dados sobre as probabilidades de sermos vítimas de homicídio. A primeira boa notícia vai para as mulheres. As probabilidades de serem assassinadas ficam reduzidas, a não ser que se casem ou vivam no Japão ou na Coreia do Sul. Uma vez que as mulheres não se dedicam tanto a actividades criminosas, correm menos riscos. As vítimas femininas morrem às mãos dos maridos ou namorados. Sobre os homens, o melhor é não viver nos Estados Unidos nem em África. Devem ainda evitar as Honduras, o país mais violento do mundo, em que é morta uma pessoa em 1.100, segundo dados das Nações Unidas. Bom também é envelhecer. Quanto mais velho, menos hipóteses há de ser assassinado. Tinha de haver uma vantagem. Excepto, calma, se viver na Europa. Aí o perigo espreita de novo às mulheres com mais de 60 anos que tiverem companheiros. Como combatemos as probabilidades? Vai tudo viver para a segura Singapura. Cada um na sua casa.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 24-4-14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:42